Participe / Participate

Participe enviando contribuições (filmes, textos, links, dicas, etc ...) para antrocine@gmail.com

Send contributions to antrocine@gmail.com

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Cisne Negro - Black Swan, 2011, Darren Aranofsky










Quando saí de casa para ir ao cinema não carregava comigo nenhuma expectativa. Eu não havia visto o trailer daquele filme, nem lido nada a respeito. Não sabia qual era a temática, apenas tinha ouvido dois amigos dizerem q era um bom filme, nada além disso...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Guerreiros no Ceará

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012


PRÊMIO PIERRE VERGER - INSCRIÇÕES ATÉ 26/01‏


 

PRÊMIO PIERRE VERGER DE VÍDEO E FOTOS ETNOGRÁFICOS:
ENCERRAMENTO DAS INCRIÇÕES DIA 26 DE JANEIRO 

Compas desta terra solar, agradecemos a divulgação e retribuímos... com  laços solidários na rede.

Muchas Gracias y Adelante!!

Hau, a bientôt!

Ciência Social Ceará



Mostra de Cinema: Curta o Gênero 2012



Vai ser em Fortaleza, de 7 a 11 de março.




Quando puderem, dêem (ou "deem"/caiu o circunflexo?!) uma olhada: 





Apresentação


O “Curta O Gênero 2012 - Mostra Nacional Audiovisual / Seminários / Itinerâncias” se coloca como uma contribuição para a mudança de mentalidades através da difusão de produções audiovisuais comprometidas com a denúncia das desigualdades de gênero e com a construção ou invenção de outras representações e interpretações simbólicas baseadas na equidade de gênero e na afirmação da diversidade sexual. O Projeto, em toda sua amplitude, assume um compromisso sócio-político com a construção de uma cultura de liberdade, de solidariedade e de justiça entre homens e mulheres em suas múltiplas possibilidades performáticas

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Que felicidade!!!

Hao Pengyou, 欢迎 !*

Hoje nosso blog foi visualizado da China, o Antrocine e a Antropologia do Cinema chegando além da Grande Muralha.

P´delante
Y arriba muchachxs!!!

Desde a Pindorama ocupada ao Oriente antigamente distante e cada vez mais próximo, laços se firmam...

Grupo Nove

* trad: Amig@, Bem Vind@! Amie, Bienvenue!Мой друг, Добро пожаловать! Friend, Welcome!

Cinema à Brasileira



Corriqueiramente o cinema brasileiro, ganha a boca do povo através de bravatas depreciativas que o estigmatizam como "pobre", "sujo", "grosseiro" e "chato", alimentando o velho mito que no Brasil nada dá certo, pois para tais incautos, o sol dos outros brilha mais...




Artigos relacionados: 



quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Tens Filmes e Fotos para colocar na roda? Aproveite...


PRÊMIO PIERRE VERGER DE VÍDEO E FOTOS ETNOGRÁFICOS:


ENCERRAMENTO DAS INCRIÇÕES DIA 26 DE JANEIRO 




 
 


Este concurso promovidos pela Associação Brasileira de Antropologia (ABA)   é uma homenagem à contribuição de Claude Lévi-Strauss à Antropologia, tem o objetivo de premiar produções de cunho antropológico que apresentem qualidade técnica, heurística e estética reconhecida na área e fará parte da programação da 28ª Reunião Brasileira de Antropologia, que ocorrerá entre 02 e 05 de julho de 2012, na PUC/SP, cidade de São Paulo/Brasil.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Luto e Pesar...


Theo Angelopoulos morre em acidente suspeito durante filmagem 






O cineasta grego Theo Angelopoulos, de 76 anos, faleceu na noite desta terça-feira, vítima de uma hemorragia cerebral num hospital perto do Pireu, na Grécia.
Figura emblemática do "novo cinema" grego, a partir da década de 1970 e premiado com a Palma de Ouro de Cannes, em 1998, pelo filme "A Eternidade e um Dia"  (em grego: Μια αιωνιότητα και μια μέρα, transl. Mia aioniótita kai mia méra), Angelopoulos realizou mais de 15 filmes, contando a história e documentando a sociedade da Grécia contemporânea. Suas produções são caracterizadas por longos e silenciosos planos mostrando as paisagens do país. Recomenda-mos...

Ganhou também o prêmio do grande júri de Cannes em 1995 por "Ulysses' Gaze", Angelopoulos iniciou os trabalhos de seu novo filme, "The other sea", neste mês.
O filme era sobre o impacto da crise na vida cotidiana na Grécia.
Angelopoulos estava atravessando uma rua quando foi atropelado pela moto. Ele foi levado imediatamente a um hospital.
"Ele estava no meio da filmagem quando a moto atingiu ele. Ele sofreu múltiplos ferimentos no cérebro e hemorragia interna", afirmou uma autoridade policial que não quis revelar seu nome. A moto pertencia a um policial que estava de folga, disse. 
Entre seus principais filmes estão A Viagem dos Comediantes; Paisagem na Neblina, de 1988; Um Olhar a Cada Dia, de 1995; Viagem a Citera, de 1984; O Passo Suspenso da Cegonha, de 1991 e a Trilogia - O Vale dos Lamentos.

Crítico

"Todo filme é uma representação dele próprio" 
Hugo Sukman
in O Crítico

"Toda crítica é uma autobiografia" 
Oscar Wilde




segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Grupo de Trabalho aprovado no XV CISO e PréALAS Brasil !!

RUMBO A TERESINA, "A QUE SERÁ QUE SE DESTINA"? ADELANTE!!!

Chamada de resumos/ Llamada de resúmenes / Call  for summaries/ Appel de résumes


GT 29 - Ciências Sociais & Cinema: entre narrativas, políticas e poéticas

Coordenadores:

Profº. Drº. Luiz Gustavo Pereira de Souza Correia - UFS
Profª. Drª. Debora Breder Barreto - Universidade Cândido Mendes
Profº. Doutorando. Juliano Gonçalves da Silva - UFF

Ementa: Este GT pretende reunir pesquisadores que estudam as múltiplas relações entre as Ciências Sociais e o Cinema. Trata-se de debater o cinema como objeto de estudo da Antropologia, da Sociologia e da Ciência Política, além de áreas afins, focando: 1) as articulações entre cinema, narrativas, memória e subjetividade; 2) as representações e interpretações que as narrativas cinematográficas nos propõem sobre os mais diversos temas, como a relação natureza/cultura, o estatuto do humano/não-humano, de corpo, poder, meio ambiente, sexualidade, identidade, etc; 3) as condições sociais de produção, circulação e recepção dessas narrativas em seus mais diferentes formatos e gêneros, considerando as diversas categorias que estruturam o campo cinematográfico. Em suma, em um mundo cada vez mais constituído por fluxos e contrafluxos de narrativas audiovisuais, trata-se de considerar o discurso cinematográfico como uma forma expressiva significativa da nossa época, que revela, em imagens e sons, as utopias e distopias contemporâneas.


INSCRIÇÃO DE RESUMOS: 16/01/2012 a 16/03/2012

+ Infos XV CISO Encontro Norte e Nordeste de Ciências Sociais


domingo, 22 de janeiro de 2012

Hermanad@s com México, Muchas Gracias! Arriba y Adelante!!


18 De Enero De 2012


"Blog "Antropologia do Cinema"


Estimados lectores, el profesor Eduardo Carrera nos ha enviado la información acerca de un blog sobre antropología y cine:

Pretende reunir pesquisadores que estudam as múltiplas relações entre Antropologia & Cinema. Em um mundo cada vez mais constituído por fluxos e contrafluxos de narrativas audiovisuais, propõe-se não apenas discutir os enunciados antropológicos de um cinema etnográfico ou de uma antropologia fílmica, mas também o desafio enfrentado pelos antropólogos de empreender uma Antropologia do Cinema.
http://antrocine.blogspot.com/"
Etnohistória - Escuela Nacional de Etnologia e História

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

LEMBRETE


Aviso aos navegantes:

Chamada de resumos/ Llamada de resúmenes / Call  for summaries/ Appel de résumes

GT 09 - Antropologia do Cinema entre narrativas, políticas e poéticas / Luiz Gustavo P. S. Correia (UFS) e Debora Breder (UCAM) – Coordenadores, Juliano Gonçalves da Silva (UFF) - Debatedor
Reiteramos o convite aos interessad@s em enviar propostas para o Grupo de Trabalho na
28ª Reunião Brasileira de Antropologia, que ocorrerá em São Paulo, de 2 a 5 de julho.

A data limite para a submissão das propostas é  26 de janeiro de 2012.

Para a inscrição de propostas de comunicação, serão solicitados o título do GT

escolhido e um resumo com até 1500 caracteres com espaços.



 Para informações mais detalhadas sobre o evento e sobre o envio de comunicações, veja o site:

Jorge Sanjinés e o Grupo Ukamau em Yawar Mallku (Condor Sangrante em Quéchua, 1969)




 Baixe/Dowload o Filme!

Artigos relacionados: 



quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Há um novo olhar sobre o indígena no horizonte do cinema latino-americano?

Partindo da constatação da urgência de se tratar o personagem indígena como sujeito na filmografia brasileira e latino-americana, compara-se a existência do mesmo e de suas representações nos clássicos filmes do boliviano Jorge Sanjinés: Yawar Malku, La nación clandestina e Para recibir el canto de los pájaros. A estes filmes que criaram um paradigma na forma de se olhar o indígena, sãocontrapostos os da cineasta peruana Cláudia Llosa: Madeinusa  e La Teta Assustada  e suas representações do indígena permeadas pelo realismo fantástico, questionando se este é ou não um novo olhar. 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Lançamento do primeiro número dos "Cadernos de Arte e Antropologia"

Apresentamos o primeiro número dos Cadernos de Arte e Antropologia, que já se encontra online no site da revista em www.cadernosaa.ufba.br.

Continua aberta a chamada para artigos para os próximos números. Veja o foco da revista e as normas de publicação no site.

Cordialmente,
os Editores






Cadernos de Arte e Antropologia é uma revista bianual que enfoca os campos de ligação entre as ciências sociais e as artes. A revista publica, com um sistema de arbitragem por pares, tanto artigos científicos "convencionais" como conteúdos textuais, audiovisuais e multimídia que não se enquadram nos meios habituais da comunicação acadêmica, sempre que estes contribuam decisivamente para debater e questionar as fronteiras entre o campo científico e o artístico, entre o analítico e o sintético, entre o visual e o textual. Procuramos dar expressão, principalmente, a registros (a) de artistas visuais que lidam com a etnografia ou a antropologia enquanto patrimônio conceptual e metodológico; e (b) de cientistas sociais que buscam um convívio próximo com as imagens e a visualidade enquanto repertório empírico, conceptual e experiencial.

As línguas de publicação são o português, o inglês, o espanhol e o francês.

Os Cadernos procuram colocar em prática uma ideia já antiga, surgida durante a denominada "crise de representação" - abrir as fronteiras da escrita acadêmica, vista como limitadora e de uma duvidosa "objetividade", e ultrapassar a brecha entre "análise" e "descrição", na qual muitas vezes se baseia a menor valorização de outras formas de representação de saberes dentro das ciências institucionalmente consagradas. Neste contexto a Antropologia Visual tem vindo a desempenhar um papel particularmente relevante. As suas experiências prometedoras - que estimularam não somente um cinema "novo", mas também a reavaliação do corpo teórico da antropologia "clássica" - requerem um espaço diversificado para poderem desenvolver-se e assim fortalecer o diálogo entre a práxis e a teoria da antropologia das/com imagens.

Esta não é, todavia, uma publicação destinada exclusivamente, ou preferencialmente, a antropólogos visuais. Os Cadernos pretendem constituir-se como um espaço público, um fórum, para dar visibilidade tanto a etnografias "tradicionais" como àquelas que não se adaptam perfeitamente aos moldes da ciência antropológica acadêmica. Neste sentido, os Cadernos abrem suas páginas para contribuições de gêneros estabelecidos como trans-fronteiriços, tanto da antropologia como de outras disciplinas afim, independentemente do "suporte" em que estes procuram dar forma aos saberes etnográficos.

La Terra Trema: Episodio del mare de Luchino Visconti; pescadores e suas vidas em 1948.

        http://100melhoresfilmes.blogspot.com/



A MEMÓRIA FILMADA: AMÉRICA LATINA ATRAVÉS DE SEU CINEMA


Este artigo apresenta  a complexa realidade latino-americana não  mediante as tradicionais fontes documentais  e bibliográficas e sim vendo filmes.

sábado, 14 de janeiro de 2012

Materiais Jean Rouch



 Dossier Jean Rouch em dois volumes, bem interessante: 

http://www.fafich.ufmg.br/~devires/v6n1/ 
http://www.fafich.ufmg.br/~devires/v6n2/

ENTRE O BOM E O MAU SELVAGEM: FICÇÃO E ALTERIDADE NO CINEMA BRASILEIRO


BETWEEN GOOD AND BAD SAVAGE: FICTION AND ALTERITY IN THE BRAZILIAN CINEMA.
ENTRE LE BON ET LE MAUVAIS SAUVAGE: FICTION ET ALTÉRITÉ DANS LE CINÉMA BRESILIÉN.
ENTRE EL BUENO Y EL MALO SALVAJE: FICCIÓN Y ALTERIDAD EN EL CINE BRASILEÑO.  

O artigo realiza uma análise da imagem do índio no cinema brasileiro, através do estudo de como o personagem indígena é por ele construído e veiculado através dos filmes de ficção.



http://www.4shared.com/office/CfJ_2jRn/Entre_o_bom_e_o_mau_selvagem.html?

domingo, 1 de janeiro de 2012

GT09 Antropologia do Cinema entre narrativas, políticas e poéticas / Luiz Gustavo P. S. Correia (UFS) – Coordenador e Debora Breder (UCAM) – Coordenador, Juliano Gonçalves da Silva (UFF) - Debatedor

28ª RBA/ Sampa 2012

Este GT pretende reunir pesquisadores que estudam as múltiplas relações entre Antropologia & Cinema. Em um mundo cada vez mais constituído por fluxos e contrafluxos de narrativas audiovisuais, propõe-se não apenas discutir os enunciados antropológicos de um cinema etnográfico ou de uma antropologia fílmica, mas também o desafio enfrentado pelos antropólogos de empreender uma Antropologia do Cinema. Trata-se de debater o Cinema como objeto antropológico, focando: 1) as articulações entre Cinema, narrativas, memória e subjetividade; 2) as representações e  interpretações que as narrativas cinematográficas nos propõem sobre os mais diversos temas, como a relação natureza/cultura, o estatuto do humano/não-humano, de corpo, gênero, sexualidade, identidade, etc; 3) as condições sociais de produção, circulação e recepção dessas narrativas em seus mais diferentes formatos e gêneros, considerando as diversas categorias que estruturam o campo cinematográfico. Em suma, objetiva debater as potencialidades do olhar antropológico dirigido ao Cinema, do diálogo entre as narrativas cinematográficas e as narrativas antropológicas e das etnografias do/no cinema, no âmbito de estudos sobre a contemporaneidade e os novos procedimentos de construção de sentido.